quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Scans da TotalFilm com entrevistas a Rob, Kristen e Taylor + Tradução Completa

  

Separado

Amei-o ou deteste-o, a franquia ‘Twilight’ dominou a bilheteria e manchetes durante a sua execução. Com o final do filme, ‘Breaking Dawn – Parte 2’, concluído com êxito, a Total Film se encontrou com Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner antes deles se separarem.
“Eles deveriam fazê-lo como um verdadeiro filme pornô. Isso seria tão bom…”, Robert Pattinson ri de si mesmo, especulando sobre uma potencial – mas um pouco menos casta – regravação futura de ‘Twilight’. Enquanto ele pode estar brincando sobre os novos começos, a franquia de vampiros de bilhões de dólares está em seu fim com ‘The Twilight Saga: Breaking Dawn – part 2’ (dando-lhes o título completo) e Pattinson está em sua última rodada de entrevistas da press junket  sobre o hit monstruoso que alavancou a ele e suas co-estrelas Kristen Stewart e Taylor Lautner para a estratosfera de Hollywood.
Se são Twi-hard ou Twi-hater, não há como negar o impacto dos filmes adaptados dos quatro romances de Stephenie Meyer sobre a desajeitada adolescente Bella, seu vampiro arrumadinho Edward e lobo perdido-de-amor, Jacob. Atraindo uma base de fãs altamente fanáticos, os filmes também alimentaram uma mania de sanguessugas nos dramas de TV como ‘True Blood’ e ‘The Vampire Diaries’, e uma série de livros com histórias adaptadas. Até mesmo o romance erótico best-seller deste ano, ‘50 Shades of Grey’, começou a vida como uma fanfiction de ‘Twilight’…
Mas o real legado da franquia duradoura só poderia vir a ser os seus três jovens que fizeram milhões da Saga. Pattinson (26), Stewart (22) e Lautner (20), que até mesmo entrou para a lista da revista Forbes entre os artistas mais bem pagos com menos de 30 anos.
Hoje, Lautner está tipicamente alegre e afiado, enquanto o modesto Pattinson cumprimenta a Total Film (TF) em um quarto de hotel cercado por garrafas de Vitamin Water, depois de uma overdose de café. Bem esportivo com um anti-Edward boné para trás, ele teimosamente ainda está com os pés no chão e notavelmente não foi afetado pela hipérbole de ‘Twilight’ como ele era quando a TF falou pela primeira vez com ele, quatro anos atrás, “Eu estava com medo de continuar falando sobre mim”, ele explica arrumando um cigarro eletrônico. “Então eu fiz um esforço pra estar interessado em outras pessoas, mesmo se você está lutando para chegar a um acordo sobre o que é sua vida”.
 [...]
 Kristen Stewart
‘Todo mundo acha que é difícil fizer adeus, mas… eu estou pronta’
Qual conselho você daria para você mesmo no primeiro dia das gravações de ‘Twilight’?
Eu diria: ‘’Fique com suas armas de não sorrir em ‘Twilight’. Angústia é muito melhor do que bolhas, porque realmente funciona e todo mundo está prestes a provar que está errado”. Todas as cenas foram tão sérias. Eles estão lidando com coisas realmente pesadas. [O cineasta] era como, ‘Talvez você possa clarear as coisas?’ E eu era tipo, ‘Não, você não pode tirar isso’.  Isso é no que as pessoas estão viciadas – na crueza. Além disso, eu diria: “As coisas acabam bem para você em cinco anos. Você é muito feliz, então apenas relaxe. Relaxe, Kristen”.
Quais são os seus momentos mais memoráveis da franquia ‘Twilight’?
Filmar o casamento foi muito libertador. Lembro-me sentada nesse vestido de casamento elaborado, envolta em uma capa de chuva numa garagem suja e sombra, com todo o elenco sentado lá tentando não ficar frio, percebendo que esta provavelmente vai ser a última vez todo mundo estava lá. Além disso, no início, conhecendo Rob e Taylor. Lembro desses dois momentos. Grandes experiências.
Como você acha que a saga a mudou como atriz?
Atuar nos filmes me abriu. Eu era mais travada quando eu era mais jovem. Interpretar Bella de uma forma mais honesta, é mostrar o que ela sente por dentro. Eu só tenho meu coração e minha falta de jeito para mostrar isso. Foi interessante assistir. Algumas pessoas odeiam. Mas eu tenho orgulho disso.
De que forma Robert mudou desde que começou a franquia?
Rob é ridiculamente ambicioso. Eu vejo esta característica e está apenas começando… especialmente agora, porque isso tudo está chegando ao fim. Eu acho que não é uma mudança, é apenas algo que veio de fora e se desenvolveu.
É triste ou libertador estar terminando ‘Twilight’?
Ambos. Fugazmente triste e talvez uma ou duas vezes após isso. Como quando você de repente sente algo quando você lembra de estar no set. Mas não é triste entre esses momentos, porque eu sinto que nada foi perdido ou deixado pra trás. Todo mundo acha que é difícil dizer adeus, mas é mais difícil dizer adeus ao elenco e a equipe com quem eu apenas passei cinco semanas. Neste foram quatro anos. Eu estou pronta para dizer adeus. Eu estou perfeitamente bem. Uma vez que a história foi contada, você se sente como se tivesse feito tudo o que pode fazer. É muito fácil ir embora. É como não ir a lugar algum. Este é meu, para sempre.
 Robert Pattinson
‘Você pode afundar rapidamente, como alguém que nunca teve isso. Não é um passe livre…’
Qual conselho você daria para você mesmo no primeiro dia das gravações de ‘Twilight’?
Literalmente, na primeira tomada da primeira cena, eu tinha que correr e pegar a Kristen. E eu quase torci o músculo das minhas nádegas, meus glúteos, porque eu agachei errado. Então eu diria: ‘Não se agache tão baixo’.
Como a experiência de ‘Twilight’ mudou você? 
Eu provavelmente estou mais inseguro. Meu ego diminuiu [risos]. Eu pensei que estava bem depois do primeiro filme. Eu terminei o filme e, pela primeira vez, eu tinha algum dinheiro. O trailer de ‘Twilight’ foi lançado e conseguiu 8 milhões de visualizações, então eu tive todas as partes boas de estar em um grande filme. Tive reuniões onde as pessoas diziam, ‘Este é a nova coisa quente, sim?’. Todos se importavam sobre você, mas ninguém sabia quem você era fora disso. Então eu gastei oito meses sendo desperdiçados com todos pensando que eu era ótimo. Foi muito engraçado. Foi diferente no início. TMZ e todas essas coisas estavam se prevalecendo e agora, é uma loucura. Se tornar grande agora, você se torna insanamente conservador. Aterrorizado sobre tudo. Agora eu apenas fico em casa.
Você ficou com alguma lembrança dos filmes? 
Do primeiro, eu fiquei praticamente com o guarda-roupa inteiro, porque eu não tinha nenhuma roupa. Teve uma entrevista que eu fiz – com a MTV ou algo assim – com uma super fã. Supostamente era para eu ir e a surpreender, e depois de 10 segundos, ela estava, ‘Você está usando a mesma roupa do Edward?’. Eu tinha me esquecido completamente, mas eram as mesmas roupas!
Kristen te descreve como ‘ridiculamente ambicioso’. Isso é verdade? 
Eu acho que eu quero ser… A diferença entre eu e Kristen é que ela pode trabalhar um dia e no final deste dia estar tipo, ‘Eu fiz absolutamente o melhor que eu pude. Satisfeita’. Considerando que eu não acho que nunca tenha tido este dia na minha vida. Eu sempre vou pra casa irritado e querendo consertar isso no próximo dia. Nesse caso, eu não sei quem têm o maior ego. Se o dela é maior porque ela pensa que o que fez foi legal, ou se o meu é maior porque eu penso que eu sou tão incrível que isso nunca será bom o bastante.
O que a franquia tem feito por sua carreira em geral? 
Tem feito muito. Mas ao mesmo tempo, você tem que administrar isso. Você pode afundar rapidamente, como alguém que nunca teve isso. Não é um passe livre. Eu penso sobre como planejar, cuidadosamente, a rota depois disso. Você não pode fazer o que quer. E se eu parar de atuar, eu quero que as pessoas se lembrem de minhas coisas como interessantes, depois que eu tenha dado a minha pausa.
 Taylor Lautner
‘Eu tenho trabalhado no desenvolvimento de meu filme de Gus Van Sant… ‘
Como você mudou desde que a franquia começou?
Eu mesmo, Rob e Kristen temos crescido muito. Mas eles são as mesmas pessoas que eram quatro anos atrás. Eles não estão afetados por isso. Espero que tenham dito o mesmo de mim.
Você ficou com alguma lembrança dos filmes?
Eles não vão me dar nada! Eu queria ter ficado com minha peruca do primeiro filme. Seria divertido ter isso agora. Eu iria colocá-la de novo? Não. Essa coisa é horrível.
Qual é o seu filme favorito da saga?
Eu amei ‘Eclipse’, porque foi um sucesso de público com muita ação. Foi obscuro e excitante. E ‘Breaking Dawn – part 1’, porque foi um filme íntimo e mais movido pelos personagens. Este último é um filme épico com um final agradável e emocional, do qual os fãs vão apreciar.
Então o que acontece depois de ‘Twilight’?
Estou ansioso para interpretar personagens mais realistas que lidam com as questões humanas reais, em vez de se transformar em um lobo, ou não conseguir uma garota porque ela está apaixonada por um vampiro! Eu também estive desenvolvendo meu filme de Gus Van Sant.
Como você vê as suas próprias atuações?
Foi importante para dar tudo o que tinha, para não se afligir. Há coisas que eu desejo ter feito diferente? Claro. Mas eu estou super orgulhoso dessa franquia toda, e todo mundo sente o mesmo. Estou feliz com o que eu fiz.
 



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário