sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Fanfic Sol e Chuva - Capítulo 24 #POST SURPRESA







Capítulo 24


-Olha só que interessante. – Leah disse na última vez que nos encontramos em forma de loba, não era exatamente comigo que ela estava falando, já que Quil também estava em forma de lobo, mas eu tinha toda a certeza que me atingir era o objetivo. Logo a cena veio nossas cabeças.




- Pra que isso? – ouvi Quil dizer antes de bloquear todos os meus pensamentos. A dor era tanta que foi como se eu tivesse levado um soco no estômago.



*****************************


Passei o início da tarde sem conseguir me concentrar no trabalho. Aquela visão vinha como um ferro quente espetando o meu peito. Por mais que eu já havia me convencido de que iria seguir minha vida deixando Jake ser feliz, isso me machucava. Jacob havia seguido o caminho dele, e eu seguiria o meu.

Eu estava no modulo automático, mal via o que estava fazendo mesmo quando atendia clientes no balcão ou indicava alguma fileira na loja. Ainda bem que estava trabalhando, senão estaria em casa que nem zumbi, remoendo tudo.

Chris me observava com o olhar preocupado, mas com a chegada do verão o movimento havia aumentado e ele não tinha tido tempo para matar a curiosidade sobre meu comportamento depressivo.

A sineta da porta tocou, avisando que alguém havia entrado. A pessoa atravessou a loja parando no balcão bem a minha frente.

- No que posso ajudá-lo?- pergunte antes de levantar os olhos para ver quem era o cliente.

- Eu gostaria de saber se ainda tenho minha aluna pras aulas de surf? – David perguntou sorrindo. Tirou os óculos rayban e colocou- os na cabeça.

- Oi David, desculpa, mas eu...

- Amanhã é sábado e você vai estar livre o dia todo. – Chris disse se intrometendo na conversa e recebendo meu melhor olhar de “você é um homem morto” que eu consegui.

- Então? – David perguntou. – Eu vim a La Push só por causa disso.

Olhei pra ele com descrença. – Até parece.

- Ok, mas você foi um dos motivos. – ele disse sorrindo.

- Ok! – falei vencida, afinal me distrair não me faria mal. Era melhor do que passar o final de semana pensando em pessoas que só me machucavam. – Nos encontramos onde?

- Aqui mesmo no estacionamento, a primeira hora da tarde, combinado?

- Combinado. – respondi.

David sorriu e se despediu de mim e de Chris, ainda dando uma piscada de olho antes de colocar os óculos e sair pela porta.

- Menina, esse tipo de bofe não se larga fora. – Chris me disse com um ar indignado. Mas logo mais clientes entraram e ele não pode continuar com seu discurso, o que eu agradeci aos céus.

oOo

Coloquei o meu biquíni preto, meu shorts jeans e uma camiseta branca. Fiz uma nota mental de que deveria comprar outros biquínis, já que os meus eu havia trazido do Brasil, e eles eram menores do que os usados aqui.Calcei meu tênis e desci correndo as escadas com o Lobo atrás de mim. Ele já estava perdendo aquele jeito de bebê e agora parecia mais uma criança travessa, com a língua sempre dependurada para fora. Me despedi de John que fazia a digestão do almoço, sentado em sua poltrona habitual e sai para me encontrar com David.

David já estava no estacionamento, ele ajeitava duas pranchas de surf de cima de um Jeep Cherokee prateado. Usava uma bermuda colorida e uma blusa emborrachada que marcava os músculos do seu peito.

- Olá! – o cumprimentei.

- Você está 5 minutos atrasada. – ele disse rindo. Revirei os olhos divertida.

– Pra que praia nós vamos? – estranhei o fato dele estar arrumando as coisas no carro, isso queria dizer que não ficariam em First Beach

- Eu estava pensando em Strawberry Bay, lá não tem tanto turista que nem na First Beach.

- Tudo bem. – respondi simplesmente.

- O caminho da trilha até a praia é longo, a gente vai de carro só até um pedaço.

- Eu sei, eu conheço tudo por aqui, se esqueceu? – perguntei sorrindo, já entrando no jipe e largando minha mochila no assoalho do carro aos meus pés.

– Eu sei que você conhece. – ele disse sorrindo. – Porque você acha que eu te convidei, assim tenho certeza que não vou errar a trilha.

- Então foi por isso que você me convidou? Para ter uma guia de graça? – perguntei fingindo uma falsa indignação.

- De graça, não. Estou trocando pelas aulas. – David continuou brincando enquanto manobrava o carro em direção a Rodovia La Push.

- Na próxima curva, você pode parar o carro. – disse pra David depois de 5 minutos de uma viagem bem divertida.

- Olha eu já vim aqui algumas vezes, mas nunca consigo gravar o inicio da trilha.- ele disse saltando do jipe e começando a soltar as pranchas.

- É verdade, tem que ser muito inteligente para gravar o caminho. – eu disse rindo.

- Você é bem espertinha, sabia? Segura. – ele disse me entregando a prancha. – Mas será que você tem força pra carregá-la? Ela é grande.

Ri alto. – Não sei, mas posso tentar. – respondi. Ele me deu uma prancha e pegou a outra.

- Agüenta mesmo? – ele perguntou.

- Hey! Eu na sou tão frágil assim. – Na verdade eu não era nada frágil, mas não tinha como dizer isso a ele.

- Que bom saber, então vamos! – David disse e nos colocamos a caminhar pela trilha que levava a praia.

- Muito bem, vamos começar sem a prancha. – David disse depois que chegamos à praia, após uns 20 minutos de caminhada. Ele largou as duas pranchas na areia e eu larguei minha mochila e meus tênis. – Fica nessa posição. – ele parou de pé, com as pernas levemente flexionadas e os braços meio estendidos.

Havia algumas pessoas na praia. A maioria surfistas e algumas garotas se sentaram para observar a minha aula.

- Ok, assim? – imitei a sua posição.

- Isso mesmo. – ele aprovou. – Agora deita de barriga. – ordenou.

- Assim? – perguntei me deitando na areia.

- Isso. Agora apóia as duas mãos assim. – ele disse se debruçando por cima de mim e arrumando a posição das minhas mãos na areia. – Agora você levanta o corpo e quando eu disser já, tenta ficar em pé naquela posição que te ensinei. (N/A sei eu se é assim as aulas, mas finjam que é isso.) - Ele levantou depois de me posicionar. – Já!- Me levantei num pulo, colocando as pernas da maneira que ele havia ensinado, mas como eu fui rápida demais, não havia dado tempo para ele se afastar e acabei me chocando com ele, nos fazendo perder o equilíbrio e cair no chão. Eu por cima dele - Nossa você é ágil!- David disse perto demais do meu ouvido. Eu estava em uma crise de riso.

- Desculpe por isso, David. – falei me sentando ainda rindo, e tentando sair do colo dele.

- ! – a voz rouca e furiosa de Jacob, fez meu riso morrer na mesma hora. Eu estava tão distraída que nem havia visto que Jake, Jared, Seth e os dois garotos novos, Brad e Collin, haviam chegado à praia.

- Merda! Mas como eles me acharam? – resmunguei baixinho, já me levantando e começando a juntar minhas coisas.

- Alguns deles é o seu namorado?- perguntou David encarando o cinco garotos, que nos olhavam com as feições serias e os braços cruzados na altura do peito. Todos imitando a pose de Jacob. Idiotas!

- Não! É difícil de explicar, outra hora eu te conto direitinho,- Nunca!- mas agora eu tenho que ir. Falei calçando os tênis desajeitadamente.

- A gente pode se ver amanhã a mesma hora?- David perguntou.

- Claro! - Se eu sobreviver! Acrescentei mentalmente. – Tchau David! – me despedi e corri em direção aos garotos.

Reações:

1 comentários:

carambaaaaa posta mais logo por favor, eu to desesperada

Postar um comentário