quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Nova/Velha entrevista de kristen para revista ‘Tv Sorrisi e Canzon’


Vai ser difícil para os fãs da romântica Bella reconhecer seus amados personagens.
Por quê? Marylou, também, é uma garota romântica.
Sim, mas ela vive de acordo com o mito ‘Sexo, Drogas e Rock n’ Roll’.
Eu não tive vergonha de nada enquanto filmava. Marylou é o personagem mais vivo do livro, e faz tudo com entusiasmo. É a história de três homens que procuram liberdade, a que eles não poderiam ter na América de 1947.

Ela ainda é muito transgressora.
Eu não acho que eles queriam se rebelar contra algo. O movimento Beat e o ano de 1968 vieram mais tarde. Naquela época, eles só queriam viver intensamente.
Você se sente como uma rebelde?
Eu não sei, eu tenho mais facetas. Por um lado eu tenho valores muito tradicionais: Eu procuro um amor e quero ter um bebê um dia. Por outro lado, eu tenho um lado secreto e rebelde, que eu talvez eu tenha herdado da minha mãe australiana, que me passou esse amor pela aventura e liberdade. Às vezes me sinto um pouco fora do comum. Isso é também o que eu gosto sobre o romance Kerouc, ele te diz para não imitar os outros, porque é bom ser um pouco diferente.
Você leu o livro?
Claro, quando eu tinha 15 anos. O engraçado é que eu me identifico com Sam, o narrador, o que assiste os outros fazendo coisas loucas e em seguida, escreve sobre isso. Eu lembro de dizer a mim mesma: Preciso encontrar pessoas que me estimulem assim na vida!
Você já foi em uma viagem?
Oh, sim, eu era muito jovem. Só me lembro do carro ‘morrendo’ no final!
O que você ama em Marylou?
Eu escutei a filha dela e as pessoas que a conheciam em fitas de áudio. Isso me comoveu. Ela era mais livre do que eu sou, mas ela era generosa. Estava procurava experiências, e  então compartilhava com outras pessoas. Foi uma abordagem de vida diferente. Eu sou muito mais introvertida e eu estava prestes a recusar o papel por essa razão.
Por quê?
Eu tinha medo que eu não fosse capaz de perder o controle. Mas felizmente eu consegui fazê-lo completamente.
Você é um ídolo para milhões de adolescentes, mas por que você não costuma falar sobre sua vida pessoal?
Eu não me vendo. Eu vendo meus filmes e meu trabalho. Atores que pensam que eles são interessantes e vendem a sua vida pessoal são ridículos. E eu gostaria de dizer algo para as pessoas curiosas: Se você gosta de mim, é porque você sente como se nós fossemos semelhantes. Então por que você quer saber que segredos você tem? Eu juro que não vale a pena. Minha vida não é diferente da de vocês.
Talvez você ainda não tenha se acostumado com as consequências da fama.
É verdade, eu ainda estou vivendo a primeira vez que encontrei os fãs. Eu pensava em ter gravado um estranho filme pequeno e me perguntar se seria bem sucedido. Então eu vi esse oceano de pessoas gritando… Foi quando eu soube que tinha ficado famosa.
Falando sobre ‘Twilight’, nós vamos vê-la na última edição em breve. Você pode nos dizer alguma coisa?
Espere uma transformação enorme. Eu não sou mais uma garota tímida da escola, mas uma guerreira sanguinária. Eu passei três filmes assistindo os outros interpretarem os vampiros, agora é a minha vez e eu disse a mim mesma: Eu posso ter vindo por último, mas eu quero ser a melhor.



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário