domingo, 21 de outubro de 2012

Kristen e Nicolas Ghesquière em entrevista a Vanity Fair Itália

Eu nunca tinha visto uma musa tão dentro de seu papel e um artista tão inspirado. A perigosa relação entre Kristen Stewart e Nicolas Ghesquière, começou por puro interesse, como acontece a maioria das vezes entre uma atriz de Hollywood e um designer de sucesso. “Poderia não ter deixado nenhum vestígio em mim, em vez disso, mudou a minha vida”, Kristen conta à revista Vanity Fair, em uma suíte no Hotel Bristol, em Paris, olhando para Nicolas.
Como vocês se conheceram?
K: Eu aceitei esta colaboração, seguindo meu instinto, como sempre faço. Depois, me envolveu completamente. Eu esqueci que eu era americana, de 22 anos, e eu encontrei um outro mundo e outra cultura; comecei a sonhar e eu senti meu corpo mudar: eu estava me tornando uma mulher de verdade, nas mãos hábeis de alguém que me guiou.
N: Eu não queria fazer um ‘baile de máscaras’, eu queria ela, de carne e osso, com toda a bagagem emocional que eu poderia ter dela. Eu queria que ela fosse uma ‘femme’ e ousada em suas escolhas.
Kristen Stewart sucedeu Charlotte Gainsbourg, como ‘musa’ dos perfumes da Balenciaga. Por que você sempre escolhe esse tipo de mulheres, com uma feminilidade não convencional, magras e sem o clássico tipo corporal?
N: Charlotte e Kristen são perfeitas para minhas criações, musas poderosas que não têm medo de nada.
K: É verdade que eu não sou um tipo de garota segura, nem constante, e certamente eu não gosto de tomar o caminho mais fácil. Eu gosto de desafios que criam a energia certa para interações perfeitas. Sou patologicamente curiosa, eu me sinto atraída por tudo o que é diferente.
Em que Nicolas é diferente?
K: Eu cresci em uma família simples, enquanto ele nasceu com essa ‘elegância’ que sempre fez parte dele. Através da nossa colaboração, aprendi muitas coisas sobre o meu poder de sedução e o mais importante, sobre a importância do perfume e vestido certos, para ressaltar certas partes de mim mesma.
E você Nicolas, o que te atraiu mais em Kristen?
N: Um criador é como um príncipe encantado, na eterna busca da princesa dos seus sonhos, que é capaz de inspirar suas fantasias criativas. Kristen foi perfeita para isso. Eu criei Florabotanica para ela, e sua presença era essencial para muitos processos criativos.
O que essa experiência te deixou?
K: Considerei Florabotanica uma espécie de passaporte para a vida adulta, onde as mulheres podem seduzir de verdade.
Via | Tradução: Meninas Vampiras

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário