domingo, 23 de setembro de 2012

Nova Entrevista da Kristen e do Robert para o ‘Robert Pattinson, Kristen Stewart & Taylor Lautner – In Their Own Words’


 As entrevistas foram publicadas no ‘Robert Pattinson, Kristen Stewart and Taylor Lautner – In Their Own Words’, por Talia Soghomonian (www.theebookpeople.com). Disponível em iTunes e Amazon, por £3,74 e como versão melhorada com áudio por £4,99.

Robert Pattinson: Todo ator é apenas um idiota vão

Parecendo extremamente casual em uma velha camisa, boné, calça jeans desbotada e um pouco de barba por fazer, Pattinson, 26 anos, parece feliz e relaxado para deixar o filme que mudou sua vida para trás. Como de costume, ele não fala sobre seu relacionamento com sua co-estrela Kristen Stewart, mas fala um pouco do que está por vir pós-Crepúsculo, bem como abordar os rumores sobre ele fazendo a adaptação cinematográfica de Cinquenta Tons de Cinza. Ele será a próxima estrela de David Cronenberg em Cosmópolis.
Então, agora que finalmente afiou, vamos voltar. Qual foi o momento mais emocionante para você no filme, incluindo o que nós não vimos ainda?
Em toda a série?
Sim, o que você mais gostou e o que foi mais difícil?
Provavelmente um pouco no primeiro, apenas quando Bella está no hospital, e ela diz: ‘Não me deixe de novo’, e eu digo, ‘Onde eu iria?’ Ou algo assim. Eu ainda acho que é meio que a minha cena favorita principalmente porque isso era muito diferente do que aconteceu depois, e nós definimos as cenas ali e essa foi uma filmagem diferente. Como todo filme depois, a ideia de fazer as falas, era meio que inédito e por isso eu amei isso. Mas o mais difícil foi, provavelmente, a cena do nascimento, na primeira parte desse, principalmente, porque foi hilário, e era suposto ser realmente séria. (risos) E havia uma tomada onde nós tivemos que olhar diretamente para a câmera, e eu estava chorando de tanto rir, e eu teria que ir para baixo e mastigar o bebê e eu estava tipo, estava parando as lágrimas que estavam saindo dos meus olhos, e parece que eu estou chorando na coisa toda. E eu não tinha que ser capaz de chorar como um vampiro e estava chorando na cena, mas eu estava rindo.
É legal ver Kristen interpretar e parecer diferente como um vampiro? Ela é sexy e não mais desajeitada?
Por alguma razão, eu escutei Taylor falando na Comic Con sobre a coisa desajeitada, e eu pensei, ‘Ela era desajeitada?’ (Risos). E todo mundo sempre falou sobre a falta de jeito. Mas sim, eu nunca entendi isso. É sempre o aspecto de personagens femininas e jovens, o que é suposto ser pouco atraente quando elas claramente não são pouco atraentes? (risos) É como se, ela fosse muito desajeitada, e eu nunca conheci uma pessoa genuinamente desajeitada ou notei alguém que é deficiente por ser tão desajeitado, (risos), isso é tão estranho.
Você acha que tem uma qualidade de eterno cavalheiro?
Eu não sei. Eu acho que sou relativamente sensível. Além disso, eu tinha duas irmãs mais velhas, então eu cresci com muitas garotas e então eu acho que esse tipo de mentalidade diferente tem uma causa nisso. E eu nunca realmente joguei esses esportes de equipe ou qualquer coisa, (risos), então eu acho que todas essas coisas somam a isso. Mas sim, eu quero dizer, eu não sei por que, mas eu não estou sendo mais escalado como um deles. (risos)

Você gosta desse tipo de personagem?
Sim, às vezes, às vezes é muito bom. Eu estava assistindo Água Para Elefantes na TV outro dia, porque isso não tem um ponto que é suficientemente longe e eu nem me reconheço, e pensei que era muito doce. É como um filme antigo, e sim, é muito divertido de fazer. Quando você está fazendo isso, é meio chato, porque os meus instintos, eles querem ir para o lugar absoluto possível e você sabe que nunca, essa pessoa nunca faria isso, e a maioria dos personagens que eu faço são pessoas naturalmente amáveis p que é muito bom, porque as pessoas não estão realmente muito gentis.
Então, você tem esse tipo de desejo de fazer alguma coisa agora, fazer o cara mau, fazer o durão?
Eu meio que sempre fiz isso até Crepúsculo. Como, além de Harry Potter, eu quero dizer cada parte eu fiz sempre é meio que estranho. Mas eu não sei, acho que é meio um tipo de coisas aleatórias, o filme que estou fazendo em seguida, é um cara real, um interrogador e ele não é particularmente estranho ou qualquer coisa, ele é apenas aquilo, ele é uma espécie disso, bem ele é um pouco estranho .
Qual é o seu próximo projeto?
É sobre o cara que encontrou Saddam Hussein. É um interrogador militar, baseado nesse cara chamado Eric Maddox. É essa história maluca, mas ele basicamente falou com cerca de 250 pessoas, nenhum dos quais estavam na Lista de Procurados do Exército dos EUA, e encontrou Saddam Hussein quando ninguém sequer sabia que ele estava no Iraque. Por isso, é uma história interessante.
Você já leu Cinquenta Tons de Cinza e você sabia que foi baseada em você e você faria isso?
Eu acho que a autora deixou-me fora disso. Eu vi algumas entrevista anteriores e eles estavam como, oh, isso nunca poderia ser ele. E eu sou como, ‘Ei, eu vou fazer você pagar por isso’ (Risos)
Ela disse que você nunca poderia desempenhar o papel que foi baseado em você?
É engraçado ver todos esses outros atores tão abertamente competindo para ele. Eu nunca vi isso acontecer antes. É tão estranho. Eu não li a coisa toda, eu li partes dele, há um livro chamado 50 Galpões Cinza (risos) você já viu esse livro? Isso é incrível, apenas um livro com imagens de 50 Galpões Cinza, (risos), e está literalmente na lista dos mais vendidos do New York Times. As pessoas têm na leitura errada. (Risos)
Você disse que assistiu Água Para Elefantes. Como você se sente quando vê os seus próprios filmes? Será que tem sempre um tempo para você se separar?
Sim, uns dois anos, pelo menos. Mas eu realmente gosto do primeiro filme de Crepúsculo agora, porque está constantemente na TV, (risos), então eu vi isso como umas seis vezes, mas me lembro de vê-lo pela primeira vez na estreia e eu tive que sair. Eu sai e me sentei no carro e era também meio que imenso para mim. Eu comecei a ter um ataque de pânico no cinema, e então eu corri para fora e entrei no carro, e eu nem percebi que havia alguém filmando pela janela do carro, eles estão bem perto de mim e eu estava sentado como ‘Oh Deus!’ Agora é um pouco diferente. Mas acho que é realmente difícil de assistir essas coisas, embora eu assisti Cosmópolis e por ser tão estilizado descobri que não é muito difícil de assistir.
O que você pensa quando vê a si mesmo no cinema?
Eu realmente não sei o que estou fazendo quando estou fazendo isso, (risos) eu encontro um monte de tempo, isso é como jogar uma moeda e se algo sai bom ou não quando você está fazendo isso, mesmo na cena… Eu não entendo esses atores que podem transformar-se de forma consistente para trabalhar e estar apenas como em ‘modo de atuar’. E apenas ser realmente bom o tempo todo. Como eu posso literalmente andar em um ser e não ter absolutamente nenhuma ideia, eu fiz toda a minha preparação ou o que quer que fosse e não tinha ideia do que vai acontecer até eu abrir a minha boca. E eu também posso sentir que algo saiu terrível, quando é a melhor cena do filme ou algo assim Eu não tenho ideia de nada.
Você é um ator de métodos.
(Risos) Eu não sei se estou completamente dentro do meu próprio método.
Você tem que se preparar de forma diferente para isso? Havia muito da parte física, tem qualquer coisa que você pode nos dar sobre a sequência final, como foi filmar?
É tão engraçado, (risos) se supõe que isso deve ser um segredo, mas colocam no trailer, como a Summit estava dizendo, ‘Não fale sobre a batalha.’ E eu sou como, ‘Está no trailer, do que você está falando?’ (risos) Mas, sim, eu fiz muita coisa. Eu trabalhei muito no início, porque eu tinha que ficar sem a minha camisa, mas é isso, (risos), mas nós filmamos o material da batalha no final. E então eu estava totalmente fora de forma nesse ponto. (risos)
Como você faz isso?
Eu estou bem em fazer isso. Estar lutando no filme, você realmente não tem que estar em forma, porque não é realmente como uma luta normal, como você tem que tipo de estar bastante malhada, e eu sou muito mal coordenado. Eu sou muito desengonçado, e por isso é fácil para mim meio que fazer, porque se você estiver dando um soco, você dá um soco e é tão incrível, onde a maioria das pessoas que gostam realmente de boxear ou algo assim, estão tão acostumados a manter isso, e isso é tão falso para eles. Mas eu acho esse tipo de coisa muito fácil, e pode fazê-lo em uma ou duas tomadas. Enquanto todos os outros que estavam realmente em boa forma física tem que fazer como dez. Mas a única coisa chata é o material do fio, mas eu nunca vi ninguém que é bom em qualquer coisa em um fio, é sempre através do operador. Se você receber uma boa equipe de fio, então você vai ficar bem. Se algo não está bem organizado, você só vai parecer terrível, não importa o quanto você é bom nisso.
Você estava com medo?
Quer dizer, na maioria das vezes você estava tão cansado, (risos) o tempo todo estava apenas caindo na rotina.
Você tem uma lembrança do set?
Eu tenho quase todas as roupas do primeiro filme, porque eu estava usando esse material por cerca de dois anos, (risos) depois.
Você está na cena do baseball, você tem uma roupa de baseball?
Não, ela foi alugada. Estávamos com orçamento muito baixo no primeiro filme. (Risos)
Qual foi sua roupa favorita que você guardou?
Eu tive esses jeans que eu mantive. Eu literalmente comprei todas essas roupas e depois a empresa pagou-me de volta no primeiro filme. Você podia fazer qualquer coisa no primeiro filme, foi uma loucura. Eu estava preso em Vancouver tirando meu Visto sozinho. Eu comecei apenas emprestando meus trajes (risos) e eu os mantive por anos depois disso.
Que enorme diferença.
Sim. E o engraçado é que eu tinha todos esses tipos de coisas do primeiro filme. Eu estava usando pequenas etiquetas independentes de lojas legais em Vancouver e em seguida, no ultimo filme, o dinheiro se envolveu mais e mais, e então havia contratos com as empresas de roupas e assim se você olhar para o ultimo filme, todos os vampiros estão usando G Star ou Bellstaff. (Risos) Não importa de qual lado estão, (risos) é uma loucura. E todos eles têm a etiqueta do lado também. É loucura. (Risos)
Depois de todos estes anos, do que você sentirá mais falta?
Há algo incrivelmente familiar e agradável sobre isso e é normalmente o que você está fazendo quando você está em um set de filmagem quando você conhece todo mundo, normalmente é como o primeiro dia de aula cada vez que você começa, mas quando você conhece as pessoas. É estranho, e é bastante agradável. Como quando você está fazendo um trabalho onde tudo muda o tempo todo, fazendo um programa de TV, mas, ao mesmo tempo, é uma das grandes coisas sobre a atuação, (risos), você pode simplesmente deixar todo mundo para trás.
Depois de todo esse sucesso, o que você faz para manter os pés no chão?
Eu não sei, eu quero dizer eu acho que sou uma pessoa genuinamente insegura, e por isso não é muito difícil para mim. Quer dizer, mais ou menos, eu acho que mesmo se alguém diz que algo é bom você tem que ser muito burro para deixar subir à cabeça, especialmente agora, quando tudo sobre sua vida é noticia. Eu não entendo as pessoas que ainda têm um grande ego, que são atores. Tipo, todos sabem quem você é, todo mundo sabe que você é apenas um idiota, (risos), e isso é o que todo ator é. (Risos)
O que você sente mais falta de fazer que você não pode fazer agora?
Eu realmente sinto falta de ir ao cinema, especialmente em LA, porque LA tem as melhores salas de cinema do mundo. Eu costumava ir quatro vezes por semana, cinco vezes por semana, e apenas ser capaz de simplesmente, quero dizer, esse tipo de coisa de anonimato óbvio, você quer ser capaz de se sentar em um lugar e não se preocupar e apenas ouvir as pessoas ou observar as pessoas, os celulares com câmera e o TMZ estragaram tudo. E, em alguns anos as pessoas vão pensar “Maldição eu queria nunca ter comprado TMZ, agora estragamos tudo para nós mesmos.” (Risos)
Qual é a melhor coisa que conquistou?
Apenas ser capaz de fazer este trabalho. Quero dizer, é o melhor trabalho do mundo. Eu só queria ter conseguido isso há 12 anos atrás. (Risos)
Obrigado.

Kristen Stewart: Não me proteja, eu estou bem

Estilosa em um par de jeans skinny preta, salto preto e uma camisa branca, Kristen Stewart, 22 anos, está em um humor amigável e parece animada sobre este próximo capítulo de sua vida.
Você pode falar sobre a transformação de Bella de humana para vampira em Amanhecer Parte 2?
Uma coisa que eu gosto sobre versão humana de Bella é que ela dá, tanto quanto ela quer e não se sente pressionada. Para mim, ela sempre foi muito honesta, mesmo se ela está tecnicamente mentindo para as pessoas. Ela é emocionalmente muito honesta. Por causa disso, as vezes ela é irregular, e às vezes eu a permiti ser apenas uma adolescente. É como se você fosse uma versão madura, desenvolvida do que nós sabemos que ela é, mas, ao mesmo tempo, você é muito jovem, novo animal, um bebê, e você está tentando descobrir como gosta de usar as ferramentas que lhes foram dadas. É como uma garota de 12 anos, em um carro esportivo de seis marchas pensando: “Uau, isso foi divertido.”
E sobre a fisicalidade? Bella vampira é muito forte.
Sim, essa é a coisa. Você quer chegar o mais perto possível nessas experiências. Eu queria me sentir forte assim, mas, obviamente, você não pode. Às vezes você tem que fingir certas coisas. Eu realmente apreciei quando não estávamos em esteiras. Eu gostava de ser capaz de correr no chão, estar em movimento ter espaço real atrás de mim, e haviam diferentes maneiras de parecermos fortes e rápidos e todas essas coisas, e minhas partes favoritas sempre foram as que poderíamos fazer.
Você parece muito diferente. Você está vestindo uma boa jaqueta, o funcionamento e uma nova atitude. Você tem alguma opinião sobre isso também?
Sim, absolutamente. Uma resposta para isso é que Alice a veste depois que ela se torna uma vampira, porque ela está muito ocupada depois disso e ela está tão focado em outras coisas, como ter o autocontrole para não rasgar a garganta de todo mundo. E o fato de que ela tem uma filha. Então, eles a vestem. Por um segundo, eu pensei: “Nós nos apegamos a ideia de que Bella não pensa sobre isso, e por isso ela parece simples (risos) e veste tudo o que é entregue a ela e isso é uma coisa natural, fácil , ou ela escolheu essas coisas?” Agora suas roupas são bastante simples, mas ela vai usar um par aleatório de botas de salto alto, é como: “Uau, Bella, o que você está fazendo? Isso é estranho.”.
Vocês tornaram-se grandes estrelas desde o primeiro filme. Você notou alguma mudança, como a forma como as pessoas tratam você no set?
Nos sets de Crepúsculo, no final, descobri que as pessoas realmente não falavam mais com a gente, o que era estranho. Era como se eles possivelmente foram ditos: “Ei, deixe-os em paz, se você não tem uma razão para falar com eles, apenas não vá até eles.” E eu odeio isso. Não me proteja, eu estou bem, é como se, agora você estivesse apenas completamente me isolando, então obrigado. E então eles fazem parecer que foi você quem disse isso para as pessoas, o que não me representa, nunca. Essa é a ideia mais horrível que acontece sem que eu saiba, mas eu tenho certeza que é. Apenas realmente irritante.
É importante para você estar estabelecida e normal e eficaz?
Não, eu só quero sentar-me todos os dias. (Risos) Sim, Deus é claro.
Você está pensando em novos projetos após Crepúsculo e sente como esses filmes vão deixar uma longa sombra, de certa forma, porque você vai ser sempre referenciada, ou isso é algo que você não está pensando neste momento?
Quer dizer, as pessoas sempre vão falar sobre o fato de que eu fiquei super famosa em Crepúsculo. Se as pessoas que realmente amam os livros têm dificuldade em ver-me em outras partes, esse é o tipo de elogio para realmente entender. Eu não posso pensar em um exemplo, mas eu tenho certeza que há pessoas que experimentaram e que não pareciam colocar um amortecedor sobre qualquer coisa que tenha a ver com as minhas experiências pessoais. Eu sou tão desafiada, comecei em uma posição onde eu posso escolher meus desafios, que é perto de incomparável. É muita sorte e único, que não aconteça como ator e se eu não tivesse isso, então eu iria ficar puta. Se eu não tivesse isso, então eu realmente estaria preocupado. Eu acho que tenho muito orgulho disso e espero que as pessoas continuam falando sobre isso, sabe?
Você já leu Cinquenta Tons de Cinza?
Eu li alguns trechos.
Você sabia que foi baseado em seu personagem? E se houvesse um filme, você estaria nele?
Uh, (risos), primeiro de tudo, eles não me chamaram nem nada. Eles não me ofereceram o papel.
Talvez você está sendo protegida? Talvez alguém não atendeu a chamada. (Risos)
Não, provavelmente não, quero dizer, se eles provavelmente me falassem sobre isso, seria engraçado.
Mas é muito picante.
É picante. Sim. Eu não sei, eu não li a coisa toda, e é também uma parte muito cobiçada por todos estarem tentando isso. Eu não sei, isso é… eu não sei mesmo…
Você seria corajosa o suficiente para interpretar Ana em Cinquenta Tons de Cinza?
Eu não li isso, quero dizer, eu sei sobre o que você está falando, eu definitivamente li algumas ‘dessas partes’ (risos). É muito louco, eu não podia acreditar. Eu vejo as pessoas lendo isso e penso: “Cara, você está em público, o que você está fazendo?” (risos) Mas eu sou muito ousada. Isso só tem a história certa, eu não sei porque não o li. Eu não estou evitando nem nada. Eu só acho que foi feito esta grande coisa, então eu nem sei como responder a essa pergunta.
E que tipo de personagem você gostaria de fazer depois desse filme?
Eu não sei. Agora eu estou prestes a fazer um filme chamado Cali que eu estou realmente animada. E é difícil para mim projetar o futuro assim, porque eu já não sei como isso vai ser. Você pode tocar em qualidades que você não sabe o que tem, e sempre o primeiro passo desse processo você está lendo alguma coisa e sé surpreendido por isso, ou é movido por alguma coisa e fica, ‘Uau. Eu não conhecia essa parte de mim mesmo’.
Agora que Crepúsculo terminou, você pode refletir sobre o que foi a cena que mais tocou você ou que foi a mais difícil de filmar?
Há tantos desses momentos durante toda a filmagem. Ela vive uma pequena vida e, em cinco anos, ou quatro anos, qualquer que seja, e Deus, eu acho que provavelmente houve uma série de desafios. Eu não sei, porque todos os marcos finais da vida acontecem e eu acho que talvez em Lua Nova eu definitivamente não estava animada em ter de desempenhar a morte no final.
Qual foi a cena mais difícil que você teve que se sentiu como se estivesse completamente fora disso?
Eu acho que se eu voltasse e fizesse esse momento de novo, eu poderia fazê-lo melhor.
Você ficou com alguma lembranças do set de Crepúsculo? Você pegou alguma coisa?
Eu levei todos os seus anéis e outras coisas, eu tenho todas as pulseiras, o anel de casamento. Eu acho que tenho um falso, na verdade. Eu não acho que eu tenho o verdadeiro. E eu amo o fato de não saber disso. Ele provavelmente está em algum saquinho em algum lugar, como um diamante muito grande.
Do que você vai sentir mais falta agora que definitivamente não vai ter mais?
Às vezes há apenas um sentimento. Cada filmagem tem seu próprio sentimento. É muito consistente, há um estado de espírito em cada set, e fizemos recentemente refilmagens e logo estávamos de volta lá, era como, “Oh, diversão. Uau, eu não acredito que estamos fazendo isso de novo.” E é louco como isso assume o mesmo tom exato, e com certeza vou sentir falta. Isso é pelo o que as pessoas se unem. Eu acho que é apenas um dia e o dia acaba, e você encontrar certas relações e confortos e encargos criativos e altos e baixos e, em seguida, assim como o aborrecimento com as pessoas certas, e depois no final quando você fez alguma coisa e está como, “Oh bom trabalho”, e você pode bater nas costas do outro. Eu sempre vou ter isso. Mesmo no outro dia na Comic Con, quando vimos todos, eu estava como, “Aqui estamos nós de novo.” Imediatamente de volta para esse mesmo humor, e eu gosto desse humor, é uma coisa boa.
E o que você deixou de fazer, por que não pode mais por causa da fama insana? O que você
Bem, não há um lugar no mundo que eu não sou assim em algum ponto. Mesmo se eu sinto que no lugar mais remoto, mesmo que eu sinta que estou literalmente no fundo do oceano, eu sempre vou ser reconhecida. Eu juro, por trás dessa concha, vai ter uma lente pulando ou algo assim, e por isso acho que talvez eu apenas me sinto como se eu literalmente realmente não pudesse fazer nada sem alguém ver.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário