sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Entrevista de Jackson Rathbone para a ‘Saturday Night Magazine’

Enquanto Rob Pattinson e Taylor Lautner estão envolvidos no centro das atrações de Twilight, o co-estrela deles, Jackson Rathbone está zunindo sob o radar, cuidando com elaboração de sua carreira como ator, produtor e músico. Nós sentamos com a estrela em ascenção de 25 anos para converser sobre seu papel não eu um, mas em dois grandes filmes deste verão; Primeiro, retoma seu papel como Jasper Hale na Saga Crepúsculo: Eclipse e estreiando na aventura/fantasia de M. Night Shyamalan. O Último Mestre do Ar.
Saturday Night Magazine: Nos diga sobre seu papel em O Último Mestre do Ar
Jackson Rathbone: Eu faço um jovem guerreiro chamado Sokka que, junto da sua irmã, descobre um garoto misterioso preço no gelo, eles o libertam e terminam numa missão para salvar o mundo. É uma história muito fantástica que originou o desenho da Nickelodeon e agora é uma fantasia de ação épica viva.

SNMag: Você teve que fazer algum treinamento ou uma preparação física para o papel?
JR: Houve dois meses de treinamento de kung fu em LA e então continuei treinando enquanto estávamos filmando. Mas foi muito divertido, eu adorei. Uma das coisas mais legais de ser um ator: você é pago para aprender kung fu!
SNMag: Que tipo de habilidades você teve que fazer?
JR: A maioria era combate “mão a mão”. Meu personagem não tinha nenhuma habilidade especial… Então eu fiz muitas cenas onde eu lutava com os caras com com espadas e lanças e eu tive que lutar com o boomerang. É um pouco estressante, mesmo quando é uma espada de plástico que vem em você.
SNMag: Como foi a experiência de trabalhar com M. Night Shyamalan?
JR: Foi maravilhoso. O Sexto Sentido é um dos meus suspenses favoritos e eu amo qualquer outro trabalho do Night. Então eu me senti bem como ator por trabalhar com alguém que eu respeito e admiro por anos.
SNMag: Qual foi sua reação inicial quando foi chamado para o elenco de Crepúsculo?
JR: É uma series de bons livros e Jasper tem uma história de fundo exuberante então eu estava bem animado. Mas então eu comecei a receber ligações dos meus primos e eles estavam mais animados que eu e isso foi aumentando – interpretar um personagem que a minha família conhece e está animada para me ver retratando na grande tela.
SNMag: Você percebeu então que isso seria daria o pontapé inicial para a sua carreira?
JR: Eu não achei que isso realmente tinha me empurrado até andar pelo tapete vermelho da première de Crepúsculo. Foi a primeira vez como, “Oh wow, isso vai ser uma nova experiência para mim.”
SNMag: O que você tem de mais memorável dos encontros de fãs que você teve?
JR: Nós estávamos filmando em Vancouver para Lua Nova e eu estava no meu caminho para o Starbucks. Um bando de fãs me rodearam e então eu estava tirando fotos e assinando autógrafos e essa mulher veio até mim com uma criança de dois anos, sem dizer uma palavra, me entregou seu filho e se afastou para tirar uma foto. Isso foi estranho porque a criança estava olhando para mim tipo, “Quem é você?” e eu estava olhando para a criança como, “Desculpa cara, eu não tenho a mínima idéia do que está acontecendo com todo mundo.” Então ela tirou a foto, pegou a criança de volta e foi embora. É algo estranho ter uma estranha criança em seus braços.
SNMag: Poderemos ver um novo lado de Jasper em Eclipse?
JR: Sim, nós poderemos ver o passado de Jasper quando ele era humano durante a Guerra Civil. Então eu tive que montar um cavalo de novo – eu cresci andando em cavalos então foi divertido de voltar para isso.
SNMag: Você já esteve em algum filme de vampiros antes de ser chamado para Crepúsculo?
JR: Eu definitivamente tenho sido fã do gênero de vampiros por um bom tempo. Entrevista Com O Vampiro é um filme incrível. Eu sempre amei os filmes do Drácula. E Nosferatu é lindo, um filme bem feito dos anos 20 que se mantém até hoje, na minha opinião.
SNMag: Qual é a sua relação com o resto do elenco? Como você gasta sem tempo no set?
JR: É divertido porque nós fazemos uma família no filme e voltar a isso e fazer essas sequências é como uma reunião de família. Muitos de nós são músicos tão bem quanto atores então nós nos reunímos e temos sessões e compomos música. Eu toco violão e gaita e Rob tocaviolão e canta e Kristen poderia tocar violão.
SNMag: Quais são alguns de seus atores favoritos?
JR: Eu estou finalizando o catálogo de Johnny Depp. Eu amo o estilo e atuação dele, é muito orgânico e realista e então é algo fantástico ao mesmo tempo. Clint Eastwood é o cara. E Jack Nicholson, eu amo o estilo dele.
SNMag: Nos diga mais sobre sua banda 100 Monkeys
JR: Nós fizemos 61 shows numa tour de 100 cidades então estamos tomando uma pequena pausa. Mas é uma coisa que eu amo fazer. Eu tenho tocado tanto tempo quanto tenho atuado e eu me sinto privilegiado de ser capaz de ter essas duas carreiras decolando ao mesmo tempo. Uma das coisa que estou tentanto entrar é na produção do cinema e música – um dos membros da banda e eu produzimos um filme em que ambos atuamos chamado Girlfriend e a 100 Monkeys compôs a trilha sonora para o filme.
SNMag: Nós temos que perguntar. Você tem uma namorada?
JR: Não, não, estou solteiro. Eu tenho muitas coisas acontecendo então é difícil de encontrar tempo para ir num encontro nesses dias. Mas isso não significa que eu não esteja olhando. Então a qualquer momento eu posso sair um dia e tentar ir em um encontro e poder… encontrar uma garota legal numa cafeteria ou algo assim.
SNMag: O que você pode nos dizer sobre suas tatuagens?
JR: Eu tenho seis tatuagens ao total. Eu estou planejando fazer mais duas no próximo mês. Eu acho que a minha próxima tatuagem vai ser uma linha do poema de Elliot: The Love Song of J. Alfred Prufrock. É um dos meus poemas favoritos.
SNMag: Quais outros filmes ou projetos você tem para vir?
JR: Estou realmente animado por Girlfriend estar no circuito de festivais e colocando meus próximos projetos com a minha produção, Patchmo Entertainment, eu estou realmente animado de pegar o outro lado da câmera, produzindo e esperançosamente dirigindo no um ou dois próximos anos. É apenas realmente um momento excitante na minha vida e eu não quero tirar isso como algo dado. Eu prefiro estar trabalhando do que dormir!

Via

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário