segunda-feira, 14 de novembro de 2011

The New York Times falou com Carolina Herrera e Stephenie Meyer sobre o vestido de Bella

O vestido de casamento de Bella é um elemento aguardado não só pelos fãs, mas também por todo o mundo da moda. O ‘New York Times’ conversou com a estilista Carolina Herrera sobre o processo de criação da peça.

Quando ‘A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte I’ estreiar na sexta, os fãs não vão ficar tão surpresos em ver Edward pronunciar ‘Eu aceito’.


Eles já sabem as falas de cor e saltiado. Mas existem um mistério – o modelo do vestido de casamento da Bella – que os twihards estão agitados e o estúdio

por trás do filme, Summit Entertainment, protege como promessa de fraternidade.

O estúdio está apostando que, como outros vestidos que atingiram as telonas, milhares de fãs vão querer uma cópia para o seu grande dia. Para este propósito, a Summit

tomou um passo incomum de licensiar o modelo do vestido para uma rede varejista.

Para afiar os apetites, o estúdio tem sido ainda mais lento em liberar partes do vestido. Lá em Junho, uma migalha no Twitter informou que Carolina Herrera tinha desenhado o vestido, um pedacinho de notícia que rapidamente atingiu os blogs de casamento e moda.

A Summit também liberou um still da atriz Kristen Stewart como Bella no seu grande dia. A foto de close mostrava um amostra do véu – material ainda não suficiente para determinar se era renda ou tule.

Você acharia que era outro casamento real.

Deste o lançamneto do still, até a senhora Herrera, trazida pela autora de Twilight Stephenie Meyer, não revelou muito da silhueta ou decote. No livro de 2008 ‘Amanhecer’, oferece uma breves descrições do vestido como “uma longa fileira de botões de pérola nas costas.”

“Eu queria que o vestido tivesse algo sem ser efetivamente vintage,” Meyer, que colaborou com Herrera disse em um email.

Herrera, que tipicamente começam na casa dos $4,ooo, foi igualmente secreta em seu email: “Claro, eu fui inspirada pela descrição da Stephenie no livro,” ela escreveu. “Eu também levei em consideração a personalidade e estilo da noiva.”

Depois de viar vários emails pedindo uma foto do vestido, Eric Kops, vice-presidente sênior de Publicidade da Summit, respondeu: “Estamos guardando a revelação do vestido como uma surpresa para os fãs quando eles verem o filme. Portanto, não estamos planejando liberar nenhum imagem do vestido até que o filme seja lançado nos cinemas.”

Em 21 de Novembro, apenas três dias depois da estreia do filme, as ‘quero ser Bella’ podem adquirir cópias autorizadas do vestido por $799 em 400 lojas de noiva, incluindo 67 lojas Alfred Angelo.

Denise Wash, vice-presidente de marketing da Alfred Angelo, disse que a versão da empresa será ‘mais indulgente’ em seu corte para valorizar as noivas de todos os tamanhos.Em uma entrevista ao Cineplex.com em Julho, Stewart comentou: “O vestido era apertado. Era muito apertado.” Os estilistas da cópia também substituiram renda iatliana usada no vestido original por uma mais economica.

Wash disse que o vestido tinha ‘um código secreto’ durante seu desenvolvimento. A empresa o produziu em sua própria fábrica na China: “Foi como trabalhar para a CIA,”ela disse.

Alfred Angelo tem uma história em Hollywood.Em 1950 a empresa vendeu uma cópia do vestido de ‘O Pai da Noiva’ usado por Elizabeth Taylor ni filme.

O a propagando do vestido dizia, “Para seu momento de estrela.”

A Summit não está desleixada quando se trata de licensiar este triângulo amoroso sobrenatural. Dentre outras dúzias de produtos licensiados da franquia, o estúdio recentemente comercializou uma linha de produtos para cabelo com o babyliss da Bella, que custando $24,99 poderia ser um presente de chá-de-cozinha perfeito para qualquer noiva se contentar até a estreia do filme.


por: @OhMyGodTwi

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário