sábado, 20 de abril de 2013

ENTREVISTA - STEPHENIE MEYER FALA SOBRE TWILIGHT E SUAS HISTÓRIAS INACABADAS




Enquanto Stephenie Meyer promovia o lançamento de “The Host”, conversou sobre mais alguns detalhes sobre o que o roteiro original de Crepúsculo, que foi descartado. A autora também falou sobre suas histórias inacabadas de sereias, fantasmas e viagens no tempo.
Examiner
Enquanto promovia o lançamento no cinema de sua outra adaptação da história, "The Host", Stephenie Meyer conversou mais alguns detalhes sobre o que roteiro original - que foi descartado completamente como Melissa Rosenberg e Catherine Hardwicke entraram no filme pela propriedade da Summit Entertainment.

Você apresentou o filme na noite passada. Você ficou para ver The Host com as pessoas?
Não, eu queria, mas nós tivemos um jantar de negócios que eu tive que comparecer. Eu gostaria de poder ter ficado. Eu gosto de vê-lo com a multidão e ouvi-los reagir às coisas. Isso é sempre muito emocionante. Essa foi a minha coisa favorita sobre Sundance, na verdade, estava sentada lá com um público de verdade pela primeira vez e ouvi as pessoas rirem de nossas piadas. Foi como, “Sim!”.


Sundance foi a primeira vez que você teve a chance de ver um dos seus filmes com o público?
Não, eu estive a chance com os filmes de Crepúsculo, mas eles não têm muitas piadas por isso não é realmente a mesma coisa. Na verdade, o último filme da saga Crepúsculo eu estava muito animada para ver a reação das pessoas a isso, porque tivemos o distorcido final surpreendente. Eu queria saber como eles iriam reagir a isso e se eles estavam prevendo isso chegar. Só de ouvir as pessoas [suspiro] foi muito legal.

Você começou a escrever os livros de Crepúsculo não sabendo que seria filmes, mas quando escreveu The Host tinha uma boa idéia de que poderia ser um filme algum dia?
Não, não, porque eu escrevi The Host antes de Eclipse ser lançado, o livro, não o filme. Eu escrevi The Host realmente um tempo atrás. Acho que só Crepúsculo tinha sido lançado naquela época, era uma espécie de escape. Nós não sabíamos o que estávamos fazendo toda a série. Assim foi um golpe de sorte. “Ok, eu tenho um filme sendo feito sobre um de meus livros”, e, em seguida, The Host não parecia como algo que pode fazer em um filme. Eu realmente não acho que poderia fazê-lo. Quer dizer, a coisa toda acontece dentro da cabeça de uma pessoa. Essa é uma premissa complicada.

Na época do Eclipse você não teve ofertas para filmes ainda? Não estava acontecendo?
Eu acho que nós estávamos trabalhando neles, mas não era uma coisa certa. Fiquei muito protetora com os livros de Crepúsculo, porque quando vendi os direitos, houve um roteiro que foi escrito que era tão completamente diferente do livro, você não iria reconhecê-los. A maioria dos nomes foram alterados, mas muda os nomes de Edward e Bella e poderia ter feito esse filme sem me pagar um centavo, porque não tinha nada a ver com o meu. Foi uma espécie de sinal para acordar, então eu fiquei muito protetora com os outros. Eu queria ter certeza de que as pessoas estavam indo fazer a história e não apenas usar o nome e correr com isso. Demorou um pouco de tempo para fazerem algumas dessas ofertas.

Sobre o que foi errado e falso roteiro de Crepúsculo?
Oh meu Deus, era um CSI vampírico. Na verdade, seria um filme interessante. Era como se o FBI estivesse seguindo esses padrões de migração de vampiros e houve uma corrida de lancha e Bella tinha uma arma e calças de couro. Ela tinha óculos de visão noturna. Ela se tornava uma vampira no final. Charlie morreu. Quero dizer, foi uma loucura. Era completamente diferente.

Era a versão de Michael Bay!
Não como muitas explosões, mas definitivamente quase isso.

Eu lembro de você me dizendo o que é um papel difícil, você pensou em Wanda/Melanie para um ator, e agora eu entendo. Você acha que foi mais difícil do que descrever o homem mais bonito que se possa imaginar?
Sim, eu acho. Acho Saoirse assumiu um desafio que eu não [assumi]. Certamente não houve igual a qualquer coisa que eu fiz. Eu não posso pensar em algo igual. Eu vi várias personalidades, mas geralmente você é apenas uma pessoa de cada vez, assim que começa a interpretar todos esses diferentes personagens, o que é uma coisa. Interpretando os dois ao mesmo tempo é uma coisa, e para concebê-los sendo duas pessoas distintas e separadas, convincente, é outra coisa, e ela fez parecer tão fácil. Tipo, claro, sem esforço. (…)

A próxima série grande de livros que vai se tornar um filme é de Cinquenta Tons de Cinza. Quando você ouve que foi inspirado por Crepúsculo, qual é a sua reação?
Eu não sei, parece uma ligação muito solta para mim. Eles são muito diferentes, pelo que tenho ouvido. Não é algo que eu tenho lido ou lerei. Não é realmente algo que me afeta, mas bom por si só para ser bem sucedido. Isso é incrível, uma outra escritora de sucesso no mundo.

Existe um sentimento de “É isso que você extraiu de Crepúsculo”?
Agora que você mencionou, eu não tinha pensado nisso dessa forma. Mas você sabe, há um monte de pessoas que queriam um pouco mais nesse sentido. Eu me lembro que tinha uma coisa totalmente on-line sobre o desvanecer em Amanhecer. Chamavam de “Fade to Sad” (algo tipo desvanecer para a tristeza, transição para a tristeza). Eles tinham camisetas.

Você também me disse a última vez que você está um pouco fora do universo vampírico. Você também está se afastando da escola de ensino médio (da faixa etária)?
Eu estava um pouco. Quando começamos os testes para The Host eu tinha um pouco de bloqueio com a idade de Saoirse no início, onde apenas imediatamente sua idade era um problema. Como, “O que você acha sobre Saoirse Ronan?”. Muito nova. Porque eu estava procurando atrizes na faixa dos 30. Eu estava pensando em envelhecimento, até ter essa separação, mas o resultado final foi que precisávamos da melhor atriz que poderíamos ter e Saoirse é a melhor atriz, por isso temos a sorte de tê-la. A coisa era naquele momento, eu estava pronta para me afastar da escola, mas ela tinha 18 anos. Ela está fora da escola.

Bem, não há escolas de ensino médio no mundo de The Host.
Não, não há. Ela pulou fora o que é realmente triste, na verdade. O ensino médico é horrível, mas você realmente sente falta se você não tiver essa chance, não é?

É um importante processo de construção. Será que as sereias têm impossíveis triângulos amorosos também?
É possível. Imagino que sempre haverá um pouco de romance, porque é a parte divertida da história. É a parte que faz seu coração bater mais rápido.

É verdade que a história da sereia tem viagem no tempo também?
Não, não, não, isso é uma história separada. Alguém perguntou sobre coisas diferentes, o intervalo, e eu sei que eles estão especificamente escritos pela metade em meus arquivos, a história da sereia, a história de viagem no tempo, a história de fantasma e algumas outras coisas.

Fiquei surpreso ao notar o seu primeiro crédito de produtora foi apenas em Amanhecer – Parte 1. O que estava envolvida em chegar ao ponto onde pode estar como produtora  também?
Bem, eu estava realmente fazendo as mesmas coisas sobre Eclipse e um pouco sobre Lua Nova, onde eu meio que me envolvi com cada filme um pouco mais . Então, Amanhecer, foi uma espécie de “oh, bem, você tipo tem feito isso por um tempo. Vamos dar-lhe o crédito” tipo de coisa de produtor. Mas não foi uma mudança em minhas funções, apenas o meu título.

Você tentaria roteiro?
Eu tenho pensado sobre isso. Eu tive algumas idéias que eu sinto que são mais adequadas a um meio visual do que fazer um livro com elas, porque é muito sobre o que você vê. Eu só não sei se eu poderia escrever tão pouco. Eu provavelmente poderia escrever um roteiro de 400 páginas que é completamente inútil, então eu não sei se isso vai acontecer.

Bem, poderia ser uma trilogia.
Talvez. Tem que chegar ao ponto até o final do primeiro filme, certo?

Você tentaria televisão, uma série?
Isso é algo que tem sido falado, mas eu não sei. Há é um enorme gasto de energia ali. Você tem que em cima disso. Você tem que viver e respirar um programa de TV. Eu só não sei se eu poderia ter o tempo para me dedicar a ele.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário