domingo, 26 de agosto de 2012

Todd Lincoln diretor de “The Apparition” fala sobre Ashley Greene.


Você fez a audição com Ashley Greene, você ficou preocupado ou gostou da conexão dela com o genero?
Nós fizemos a audição com todos os tipos de atrizes e as melhores atrizes na cidade. Todas vieram com esse objetivo. Conhecia a Ashley mas eu ainda não tinha visto nos filmes Twilight na época. Não tinha uma atriz certa em mente. Estávamos deixando isso em aberto para o personagem nos encontrar deixando isso bem aberto. Ashley veio até a sala e ela foi bem na audição. Ela era a personagem. Eu deixei bem difícil para ela e mesmo assim ela lutou pelo papel. Ela veio algumas vezes a mais. É claro que tivemos algumas leituras de química e audições com ela e Sebastian Stan para ver como eles sairiam como um casal e foram bem.
Mas o negócio é que quando eu respondo sobre como Ashley era, ela era tão agradável e normal. Ela se sentia nova e sem esforço. Ela fez uma boa audição. No mesmo momento da audição fizemos outra versão onde fechamos as cortinas, apagamos as luzes e tivemos um flash de luz. Tentamos fazer ela andar pela sala e agir como se estivesse tido um vislumbre de algo em diferentes lugares da sala, ou sendo perseguida por algo. Ela foi especialmente ótima nos momentos assustadores e de suspence e é uma ótima atriz no físico. Ela é o tipo de atriz e jovem que as mulheres, homens e a camera amam. Fui um bom namorado sentado assistindo todos os filmes Twilight com minha namorada. E Ashley é tão preparada e sem sentido. Ela fez as perguntas certas e fez escolhas interessantes. Ela tem todas essas notas. O script dela é coberto de notas geralmente mais notas do que eu tenho no meu script e começo a me perguntar o que tem de errado comigo. Fiz meu dever de casa?

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário