segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Mãe denuncia filho que planejava massacre em sessão de 'Breaking Dawn part 2"


Imagem da televisão local  KSDK  exibe Blaec Lammers, 20 anos, após ser preso pela polícia. Foto: Reprodução
Imagem da televisão local KSDK exibe Blaec Lammers, 20 anos, após ser preso pela polícia

Um homem do condado americano de Bolivar, no Estado de Missouri, foi indiciado pelas autoridades após admitir que planejara levar a cabo um tiroteio durante a exibição do filme Amanhecer parte 2 (da saga Crepúsculo) neste final de semana, informa o jornal local Springfield News-Leader. Um novo massacre foi impedido após a mãe de Blaec Lammers, 20 anos, denunciá-lo para a polícia.
O departamento de polícia de Bolivar emitiu um comunicado afirmando que a mãe de Lammers contatou as autoridades na quinta-feira para registrar sua preocupação após seu filho comprar armas semelhantes as usadas no massacre de Aurora, no Colorado, quando um jovem abriu fogo dentro de um cinema que exibia o último filme do Batman e matou 12 pessoas.
Após a denúncia, Lammers foi levado a uma delegacia local para prestar depoimento. Segundo a polícia, ele afirmou inicialmente que comprara dois rifles para caçar. Porém, no decorrer da conversa, a polícia perguntou ao jovem sobre os recentes tiroteios que viraram notícia no país e ele acabou abrindo o jogo.
"Blaec Lammers disse que tinha muito em comum com as pessoas envolvidas nesses tiroteios. Ele disse que era calmo, meio solitário, que tinha comprado armas recentemente e não falado para ninguém sobre isso, e que tinha pensamentos homicidas", diz o comunicado da polícia de Bolivar.
Lammers acabou admitindo que comprou ingressos para a exibição do filme Amanhecer parte 2 no domingo e que comprara as armas com a intenção de atirar nas pessoas no cinema durante a sessão. Ele foi indiciado na sexta-feira por ataque em primeiro grau, e por fazer ameaças terroristas e de ação criminal armada.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário