quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Entrevista de Guri Weinberg falando sobre Breaking Dawn, Stefan, Gravações e o Elenco


Pergunta: O que você achou de seu traje e sua maquiagem a primeira vez que você se viu completamente vestido como o seu personagem?
Guri: Bem, eu adorei. Quero dizer, foi um pouco estranho, mas eu adorei. Era exatamente o que Michael, que é o cabeça do guarda-roupa, queria quando nos conhecemos e colocamos o vestuário. Os olhos estavam um pouco estranhos, porque eu não uso lentes de contato, por isso levou meia hora para colocá-los e, em seguida, levou outra boa meia hora para ver através deles. Então, quando eu realmente descobri como eu estava, eu estava muito feliz com isso.
Pergunta: Você nunca tinha usado lentes de contato? Isso deve ter sido uma situação maluca.

Guri: Sim, foi horrível. Mas porque tínhamos um departamento inteiro de pessoas que lidavam com as lentes e as colocavam em nossos olhos. As primeiras duas semanas os deixaram loucos porque eles levaram uma boa meia hora para colocá-las em meus olhos e diziam ‘sabe, nós nunca conseguiremos superar isso’ e eu disse ‘bem, você devia tentar ser eu’.
Pergunta: Você havia postado um monte em seu blog sobre o trabalho no set com o elenco e suas experiências no set e desde então. Que tipo de interação com os fãs você teve como resultado disso?
Guri: Que tipo de interação com os fãs que eu o que?

Pergunta: Eu estou apenas curioso quanto ao tipo de interação com os fãs que teve como resultado. Um monte de gente não entra em histórias sobre o set. Esse é um tipo de visão de dentro. Então, eu estava apenas curioso se você teve alguma reação dos fãs a isso.
Guri: Eu sempre fico, oh hey nenhum desrespeito, mas ‘Vai Se F*der’ e é tipo, como que isso não é desrespeito?

Pergunta: No seu blog você fez uma menção que você tem a conta no Twitter e comprou o blog e você começou todos os meios de comunicação social depois que entrou no elenco. Então você acha que a mídia social mudou a atuação no sentido da maneira que você pode interagir com os fãs?
Guri: Bem, não mudou a atuação, mas mais mudou a forma como os atores interagem com os fãs. É quase como um segundo emprego que eu meio que não aprecio porque eu não sou pago por isso. Mas tem sido uma causa muito legal, brincadeiras à parte, porque você começa a conhecer os fãs, os fãs te conhecem. O que achei mais legal nisso é que eu tenho que conhecer mais sobre o meu personagem, do que só lendo o livro, dos fãs.
Pergunta: Que tipo de coisas que você aprendeu?
Guri: Eu aprendi seu passado sobre perdendo sua família, e isso é onde não estava nem no livro. O que é interessante, porque isso é parte de uma das coisas que eu queria saber antes de descobrir todo o resto das informações. Como ator você pega um personagem meio que constrói seu passado, presente, e como o seu passado o afetou hoje. Como reagem às coisas. Por isso, foi muito interessante ouvir a perspectiva dos fãs, sobre o meu personagem e como se sentia a respeito. E saber sobre o que fizemos no filme me faz rir um monte se eles entenderam bem ou não.
Pergunta: Você construiu muito da história de seu personagem com Noel Fisher ou você construiu a sua própria parte e lhe disse ‘Ei, isso é o que eu pensei’?
Guri: Eu não quero falar de Noel, mas vou falar por mim, eu fiz isso sozinho em primeiro lugar. Noel e eu nos conhecemos brevemente em uma prova de guarda-roupa em Los Angeles, e depois em outubro tinhamos que ir para Baton Rogue para a câmera, testes de iluminação, testes de maquiagem, você sabe, com Bill Condon, com todos os outros. E então o que aconteceu foi que tínhamos uma reunião sobre o nosso personagem. Ele queria ouvir onde nossas idéias estavam e ele queria nos deixar saber quais eram suas ideias. E dessa reunião, realmente nós três conversamos sobre o que queríamos. Nós colocamos pra fora e é assim que viemos a ficar na mesma página.

Pergunta: Nós vimos um still com vocês sentados ao redor da fogueira e parece que eles estão olhando para você e Noel como Vladimir, nós vamos poder ver um pouco de histórias passadas? Como sua história de guerra que ele está falando sobre na fogueira?
Guri: Eu não sei o quanto eu estou autorizado a revelar, mas falando pelo amplo escopo, todos nós falamos sobre nossas experiências. Você não vai tirar mais de mim.

Pergunta: Quanto é que você teve que dar a Mackenzie no vaso dos xingamentos. Você é quem começou isso com ela. Quanto você teve que dar a ela?
Guri: Bem, eu tive sorte o suficiente no sentido que eu não tinha tanto dinheiro quanto Rob e Kristen tinham, então ela me deixou fugir disso. Mas fui eu quem disse à ela para iniciar uma jarra de xingamentos porque eu senti que eu não era uma grande ajuda. Ela é como um ninja, do jeito que ela vem você não consegui ouvi-la. Então, primeiro você pensa estamos só nós, adultos, e então Mackenzie está ali olhando para você com aquele olhar realmente desapontado.
Pergunta: Quanto ela cobra?

Guri: Eu não estou muito certo, porque ela nunca me cobrou. Você vai ter que perguntar a ela sobre isso.
Pergunta: Nós vamos ter que guardar isso para a próxima vez que falarmos com ela.
Guri: Exatamente.
Pergunta: Eu sei que você foi a algumas convenções e então você acabou na Comic-Con com todo o resto dos novos vampiros. Como foi a experiência cara a cara com os fãs? Você achou impressionante?
Guri: Sim, é bem impressionante. Especialmente porque você acha que por não estar em toda a saga, ninguém sabe quem eu sou, eles não viram o filme inteiro ainda, e é o contrário, porque eles acham que sabem quem você é por causa do personagem que você interpreta. Eles são tão acolhedores e abertos com você. É impressionante entrar nisso e, bem, você sabe, eu vou dizer amor, porque é como “Você ainda não viu o filme, espere um segundo, você pode não gostar tanto de mim.” Tem sido ótimo. Eu amo isso. Eu amo os fãs. Eu acho que os fãs de Crepúsculo são provavelmente os fãs mais especiais que eu já encontrei.
Pergunta: Ah, bem, obrigado.
Guri: Não, bem, obrigado. Eu não fiz nada, vocês fizeram.
Pergunta: Você acha que você poderia passar milhares de anos com Noel Fisher como Vladimir e Stefan fazem juntos?
Guri: Eu não acho que eu não poderia passar anos comigo mesmo, muito menos com alguém por milhares de anos. Então, não. A resposta para isso é não.

Pergunta: Como você compreende alguém que viveu tipo 3.000 anos ou algo assim? Não só isso, todo mundo está vindo para defender os Cullen e Renesmee e você tem alguém que está apenas focado na vingança mais do que qualquer outra coisa. Como você constrói esse personagem que é tão antigo e seu desejo ardente de ter esta vingança?
Guri: Para mim, foi realmente uma estrada bastante interessante para chegar lá. Quando eu consegui o papel, bem antes de conseguir o papel, eu fiz alguma pesquisa sobre como é que os romenos viviam há 3.000 anos atrás, e então descobri que os romanos estavam no poder 3.000 anos atrás e todo mundo odiava os romanos, porque eram cruéis. Assim, a minha coisa toda era, quando ele era humano, quando ele lutou com os romanos, ele perdeu sua família para os romanos, ele morreu e tornou-se um vampiro. É por isso que os romenos assumiram. Para ele, foi uma demonstração de poder contra os romanos, mas a próxima coisa que você sabe é que os Volturi voltam, e para ele é como os romanos novamente. Os romanos destruíram tudo o que ele tinha, mais uma vez. Para ele, isso aconteceu duas vezes seguidas. Qualquer um pode entender quando você já teve tudo que você ama tirado de você, é apenas instintivo de ter raiva e quer vingança. Por isso te consome.


Pergunta: Você teve a oportunidade de falar com Stephanie Meyer sobre a história ou o passado de seu personagem?
Guri: Stephenie e eu nunca conversamos sobre isso. Stephenie e eu quando estávamos saindo e conversando, nós conversamos e brincávamos sobre todo o resto. A coisa legal sobre Stephenie é que ela confiava nos atores e em Bill Condon para fazer nosso trabalho. E os nossos empregos como profissionais é surgir com os personagens, entender que ela escreveu e trazê-los à vida.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário